segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

domingo, 23 de janeiro de 2011

Raid Vila de Sobreira - 23/01/11

Muita, muita pedra! Este é o tipo de raid com 50 km que é tão duro como uma maratona, nada ficando a dever à maratona de Valongo ou mesmo de Arouca, diferindo somente no número de km.
Nesta fase de preparação, este raid, pela zona onde decorre é óptimo para apurar o meu nível técnico. As subidas foram muito técnicas, com muita pedra. Quando não havia pedra havia lama!

Logo pela manhã estava bem menos de 4º e vento! Quando passei na Trofa, por volta das 7h30, a caminho de Paredes, o termometro marcava 0º!


Aqui, tinhamos acabado de subir a um dos pontos mais altos " Casconha", julgo, onde estava o meu abastecimento "pessoal" ao friooooooooooo e ao ventoooooooo.

Nesta altura, eu e o meu amigo João Silva do BTT Monte Mozinho, já iamos isolados no segundo lugar a cerca de meio minuto do primeiro, o Vitor Santos da Bikestore.


Na foto não dá para ver mas a vista era espectacular.


Na chegada à meta já se sentia o cheirinho do "animal" no churrasco - porco espeto!



O trio vencedor dos 50km.

Depois do almoço foram entregues os troféus.

Este foi o meu primeiro raid, já lá vão 2 anos. Foi em 2009, que participei pela primeira vez num evento de BTT - o Raid da Sobreira.

Sempre que me for possivel marcarei presença, pelo significado que tem. Este ano correu bem melhor que o ano passado, que fiquei apeado com a pedaleira agarrada aos sapatos : (

Aqui está a foto do ano passado.


domingo, 16 de janeiro de 2011

Maratona Rota dos Besouros-Sepins 16/01/201

Em jeito de preparação para a época 2011, e com a inscrição já paga desde o ano passado (prémio edição 2010), desloquei-me a Sepins para marcar, mais uma vez, presença na Maratona Rota dos Besouros.

Mais uma vez a organização primou pela excelência, à semelhança de uma maratona do nacional e ainda nos presenteia com um belo almoço de leitão com direito a repetição.

Os trilhos foram bem escolhidos para a altura do ano, contudo demasiado rolante, excepto os últimos 5km, que foram os mais duros mas com belos single tracks, subidas e técnica q.b.

Este ano, o nível competitivo foi bastante mais elevado, com muitas presenças do top 30 da Taça de Portugal.

A concentração foi mais uma vez no campo desportivo de Sepins.


O arco de partida algo pequeno para a quantidade de participantes, cerca de 1000.



Com o pessoal da organização.

A trocar impressões com o colega Edgar, mais um maratonista do Nacional.O motivo da minha ida a Sepins.
O prato repetido 3 vezes... a minha dieta de pré-época!
Um belo caldo verde.
Para ano, havendo disponibilidade lá estarei!
Cumprimentos a todos, organização e participantes.

domingo, 2 de janeiro de 2011

Despedida de 2010 e entrada em 2011 no Gerês.

Da útima vez ficou a promessa de voltarmos...

Ficamos instalados na Vila do Gerês, para aproveitarmos o fim-de-ano para descansar, comer bem e pedalar. Já se tornou um vício e sempre que podemos levamos as bikes atrás.



O jantar de fim-de-ano foi servido na Moderna, onde também ficamos alojados. Já aqui tinhamos ficado antes e, a simpatia do pessoal fez-nos voltar. Jantamos bacalhau com broa e naco de vitela ao alho, das sobremesas não há fotos... uma melhor que a outra, "lambuzamo-nos" tanto que nem houve tempo para as fotos...
No fim da ceia, houve animação regada com champanhe e vista previlegiada para o fogo de artifício da Vila.




No primeiro dia do ano 2011, depois do breakfast aproveitamos para fazer uma caminhada de 40 minutos para queimar algumas das muitas calorias ingeridas no dia anterior.


E vai o primeiro mergulho do ano : )

As badaladas para chamar o pessoal para a missa, já que o sacristão devia estar de ressaca...

A telefonar aos amigos para desejar um bom ano.

No almoço tivemos direito a javali caçado pelo homem da casa.

Rolo de vitela, também muito saboroso.

No fim de almoço, fomos pedalar.

Tinhamos planeado ir até às piscinas de água quente de Lobios, mas devido ao rápido entardecer e também pelas muitas paragens para admirar as paisagens, acabamos por ir só até à Portela do Homem e regressar.

Os primeiros km foram pela estrada e sempre a subir, não nos pegou o frio, aliás os percursos no Gerês é só sobe e desce.


Este trilho " Trilho da Preguiça" era dedicado à Carla, que se queixa sempre das subidas, mas desta vez fez as subidas contínuas quase sem se queixar...


Partes do percurso tiveram que ser feitas com ela à mão ou com ela às costas... lol
Cuidado com os pézinhos... para não molhar...




Uma pose para a fotografa de serviço.

Um dos muitos ribeiros por onde fomos passando.

E quedas de água...

Zona de abastecimentos de liquidos ... encontramos a cantina mas não estava lá o pessoal...lol


Magnífica a vista lá de cima!



Chegada ao ponto mais alto do percurso.



Portela do Homem
Uma das belezas da serra do Gerês.

Chegados à fronteira, resolvemos regressar pelo mesmo percurso, com tantas paragens começou a fazer-se tarde e ameaçava anoitecer.



O regresso foi sempre a descer.






No jantar de sábado, os apetites entraram em consenso por um belo arroz de cabidela, houve alguém que se serviu antes da foto.

Domingo, dia 2, no regresso a casa e já de carro , não deixamos de ir às piscinas conforme ideia inicial.
Entramos em terras de nuestros hermanos por Lobios.Los baños no Rio Caldo.


Los baños en aguas calientes y thermales - un regalo muy merecido!


No relax... que vida boa!



Na falta de balneários para as mudas de roupa, há que improvisar, aproveitamos 2 carrinhas "Joanenses" que por lá também se encontravam, pelos vistos em estágio betetístico. Usamos e abusamos, visto que os donos não estavam por perto...certamente num trilho - os Trilhos Bike : )